BLOG COOPERFORTE
  • Atualidades

Publicado em Atualidades , dia 1 de julho de 2015

Para chegar ao sucesso, deve-se acertar no português!

Por: Cooperforte

topo_ptbr

Falem bem ou falem mal, mas falem de mim.  Esta frase expressa um pensamento bastante comum no meio publicitário e significa que estar em evidência aumenta a visibilidade de uma marca e pode ser fator de sucesso. Uma frase semelhante bem poderia ser criada e utilizada como recomendação para todos os brasileiros: “Falem bem ou falem mal, mas falem corretamente”!

Escrever e falar a língua portuguesa segundo as regras ortográficas e gramaticais traz muitas vantagens, entre elas a facilidade de transmitir, com precisão, as ideias que desejamos e também o reconhecimento de que se é conhece bem aquela que, antigamente, era chamada de “língua pátria”.

Principalmente no meio profissional e em ambientes formais, o uso correto do português é imprescindível, tanto por convenção e elegância linguística, quanto para evitar comunicação dúbia e imprecisa, capaz de prejudicar o entendimento das mensagens. Mesmo na informalidade da família e dos amigos, o ideal é que a língua nacional seja falada corretamente, porém lembrando que isto não significa usar palavras, expressões e conjugações difíceis e complicadas — isso gera artificialidade, formalidade e pedantismo. Por isso, neste caso também vale o recado “menos é mais”, ou seja, simplicidade acima de tudo.

Não há dúvida de que as redes sociais, com sua absoluta descontração, trouxeram uma linguagem escrita codificada e nada ortodoxa, que encurta palavras, dispensa artigos e vogais e pesa a mão com símbolos criados com sinais gráficos (acentos, barras, parênteses e asteriscos, entre outros) e emojis. Mas esta linguagem, mesmo na internet, deve ficar restrita aos perfis pessoais informais, pois fora deste contexto ela não tem qualquer reconhecimento.

Sendo assim, acertar no trato com a língua portuguesa é fator de sucesso e, para quem quer aprimorar seu português, nada melhor do que ler bons autores e ouvir entrevistas, depoimentos e comentários de pessoas que se expressam com desenvoltura e fluência, sem agredir o falar de nossa terra.