BLOG COOPERFORTE
  • Negócios

Publicado em Negócios , dia 10 de junho de 2015

Como surgem as grandes ideias?

Por: Cooperforte

topo_ideias

“Tudo começou com uma ideia!”, não é raro ouvir alguém dizer quando estamos diante de uma novidade. E não é sem motivo. Grandes invenções, grandes empresas, grandes descobertas na maioria das vezes evoluíram de uma ideia simples e despretensiosa, porém muito rica de possibilidades.

Entretanto, nem todas as ideias são aproveitadas e muitas delas, inclusive, por não serem levadas a sério, são descartadas, levando para o lixo a inovação que estavam sugerindo ou até mesmo o caminho diferente que poderiam estar apontando. É uma pena…

Diferentemente de processos e métodos tradicionais de produção e criação intelectual, as grandes ideias costumam surgir espontaneamente, como exercício e resultado de um pensamento livre, que em algum sentido vai além dos padrões e dos limites da realidade. Mesmo que diga respeito a eles ou que tenha surgido com a intenção de transformá-los, as melhores ideias muitas vezes brotam do acaso ou de uma situação inusitada. E por isto são, verdadeiramente, inovadoras.

Segundo observadores e estudiosos, as grandes ideias se tornam melhores ainda quando são confrontadas com outras e diferentes ideias. Quando conflitadas e influenciadas por elas, aproveitam e assimilam o que elas lhe podem agregar e enriquecer.

É por isto que em muitos casos os produtos e soluções que surgem da criação coletiva são mais ricos do que aqueles que resultam de produções individuais. No vídeo abaixo, o escritor de ciência norte-americano Steven Berlin Johnson explica detalhadamente como surgem as grandes ideias, com ilustrações e em português. Veja!